Ora, ora

Menina pensativaA vida me imprime
Ora bocejo
Ora desejo
Ora gracejo de ampla ocular

Ando à caça de bailarinas noturnas e chifres de unicórnio
Só acho chifre na cabeça de cavalo

Subo ao telhado à noite para ver o céu encoberto
Me iludo com lua crescente e candelabros de estrelas pontiagudas

[Sei que as estrelas são pontos e esferas de gás incandescente
Rodopiando na geometria do vácuo
Afunilando o tecido do espaço-tempo]

Descarto pular a janela (há pequenas flores que podem me ferir)
Saio pela porta
Vejo as pessoas nas ruas, as mesmas (pessoas e ruas)
Todas iguais, siamesas com um fundo inercial

Pego o ônibus, vejo um aceno, firo outra saudade
Digo boa noite e obrigado ao motorista

[Mo-to-ris-ta
Esse é o nome da espécie que guia os ônibus da cidade
Trata-se de nome e não-nome, na verdade

Afinal, quem se importa em se afunilar nos sujeitos?
Somos tantos nesse planeta (que também é um ponto)
E o tempo corre ligeiro como a luz que se pensa infinita

O motorista é a espécie sobre assento de couro
Com um tipo de toalha tosca pendurada por detrás, no vidro,
Tendo dizeres religiosos e piegas

Melhor seria se fosse apenas braços e pernas
Assim não teria a necessidade de lhe conferir uma alma
Que continua fora das rédeas do meu pensamento]

Tudo é esparso e contínuo e vago
Ora lago, ora poça eventual, ora uma prece sem título

E a vida continua em seu ritmo
Ora de rio descendente
Ora de asas ritmadas
Ora de baque surdo sobre a grama, do vernáculo das coisas certas

Como quando durmo abraçado com minha esposa à noite
Acordo de madrugada com nossas costas voltadas umas às outras
E me pergunto com espanto:

Foi quando?

03/05/2013

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s