Coxia

Folha artística

As folhas das árvores têm
Geometria íntima em ser
Forma que me intervém os sentidos

A folha incorpora aquilo que lhe faz folha
Sejam nervuras
O talo que dá liga ao ramo
O verde clorofilado
Ou estrutura última calcada em partículas sub-atômicas:

A folha incorpora matéria
Não importa o que seja o bóson de Higgs

Assim
A coisa se completa em si e
Meu sentido é feliz em
Me ser porta por onde sensações externas
Fluem e fazem sinopses de realidades por
Sinapses

Afinal
Não acesso o universo atômico
Com sentidos amplos e
Aquilo que sinto o
Faço sem pensamento algum

Meço o universo imediato
Sem meta-inferir coisa alguma

Me limito a particulados
A texturas
Às papilas gustativas
Aos fótons via pupilas
Às ondas de pressão que viajam pelo ar

Contudo não me
Contento enquanto não imagino o que há
Na coxia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s