Pronta entrega

Cidade do interior

No vidro que piso
Desponta uma planta
Um vaso, à margem
No canto.

Há casas germinadas
Varandas brancas
Crianças brindando os germes
Da terra.

Senhoras em novelas
Beatas em novenas
E as meninas só rezam
Cinema.

Samambaias choronas
Balançam
Embalam os velhinhos
Os embrulham sozinhos sozinhos
Para viagem.

 

Anúncios

2 comentários sobre “Pronta entrega

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s