Livro

Livros antigos

Em meu sonho noturno
Vejo meu pai num livro de capa dura
E em cada uma das páginas consta seu rosto.

A função do livro é se desfolhar
Livre,
Por si só;
Amarelecer
Até o amanhecer
Despertar.

Rasgo o marcador de páginas
E acompanho os marcos da transmutação;
Uma animação quadro a quadro.

Abraço o livro contra meu peito
Chorando o choro imperfeito
Quando me percebo dentro de outras
Folhas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s